CESE – Comité Económico e Social Europeu, lançou um Prémio para a Solidariedade Civil, que recompensa as iniciativas empreendidas por indivíduos, organizações da sociedade civil e empresas privadas na União Europeia e no Reino Unido para combater a COVID-19 e atenuar os seus efeitos devastadores.

O CESE atribuirá até 29 prémios no valor de 10 000 euros cada e haverá 27 prémios para projetos executados nos Estados-Membros, um para uma candidatura do Reino Unido e um para um projeto de natureza transfronteiriça ou europeia.

Prémio para a Solidariedade Civil, um prémio de edição única que substitui o habitual Prémio CESE para a Sociedade Civil, galardoará as iniciativas que tenham dado um contributo notável para o combate à situação de emergência provocada pela COVID-19 e às suas múltiplas consequências, reforçando assim a solidariedade europeia.

Com este prémio, o CESE tenciona homenagear todas as pessoas que lutaram contra o coronavírus, demonstrando coragem, empenho e um extraordinário sentido de responsabilidade.

Para poderem participar, os candidatos devem residir ou estar estabelecidos na União Europeia ou no Reino Unido.

Embora o Reino Unido esteja agora a sair da UE, o CESE, ao incluir candidatos oriundos deste antigo Estado-Membro entre os elegíveis para a atribuição do prémio, quer demonstrar que não tenciona romper os laços com a sociedade civil deste antigo Estado-Membro e que, pelo contrário, pretende manter relações próximas.

prazo para a apresentação de candidaturas decorre até 30 de setembro de 2020, às 12 horas.

A cerimónia de entrega dos prémios realiza-se em janeiro de 2021, durante a reunião plenária do CESE, em Bruxelas.

Saiba tudo sobre o Prémio CESE para a Solidariedade Civil.

Fonte: CESE